Como eu tratei o meu problema de sono?

PUBLICIDADE

Sumário Uma boa noite de sono consegue nos fortalecer e repor as energias perdidas ao longo do dia. Por isso, nós devemos procurar ajuda quando sentimos dificuldades para dormir bem como antes. A seguir você entenderá melhor o que são, quais as causas, sintomas e tratamento para problemas de sono.

mulher deitada na cama com insonia
reprodução internet

O que São Os problemas de sono são distúrbios capazes de afetar a qualidade do sono de uma pessoa. Embora cada pessoa tenha um padrão de sono único, é possível perceber quando algo está errado. Independente das causas, um indivíduo não consegue dormir bem como precisa. Quase metade da população brasileira não dorme bem como deveria. Muitos brasileiros afirmam que o estresse e horários desequilibrados de sono interferem na hora de dormir. Como consequência, eles apresentam mudanças de humor, concentração baixa e muita sonolência. Pessoas com problemas de sono têm uma qualidade de vida bastante prejudicada.

Afinal, elas não dormem como precisam e passam o dia cansadas. Tanto que essa rotina indesejada diminui a imunidade e aumenta as chances de outros problemas de saúde surgirem.

Fases do Sono Para nós entenderemos os problemas de sono, devemos conhecer as fases do sono. São elas:

Fase 1 É a fase onde acontece a mudança do estado de vigília para o sono. Assim que escurece, o nosso cérebro libera melatonina, hormônio responsável por causar sonolência. Essa fase ocupa 10% da noite.

Fase 2 Nessa fase o nosso ritmo respiratório e cardíaco diminuem, assim como a temperatura corporal e o relaxamento dos músculos. É uma fase de sono leve que abrange quase 45% da noite.

Fase 3 A partir daqui o metabolismo cai e o corpo funciona de forma mais lenta. Dessa forma, o coração e a respiração trabalham com mais leveza. Essa fase ocorre durante 25% da noite.

Fase 4 ou REM REM é uma abreviação das palavras inglesas RAPID EYE MOVIMENT ou “movimento rápido dos olhos”. Em outras palavras, é o sono profundo onde nós sonhamos. Podemos ter aumento na pressão arterial e batimentos cardíacos, além de descargas de adrenalina.

Causas Os problemas de sono podem acontecer por causas multifatoriais. Mesmo que a causa seja um motivo menor, já é o suficiente para interferir no sono. Desse modo, qualquer pessoa pode ter dificuldades para adormecer, continuar dormindo ou acordar muitas vezes durante a noite. Esse problema pode ser passageiro ou ser um problema crônico, de longa duração. As causas mais comuns são: Álcool e outros estimulantes ou drogas; Ambiente inadequado para dormir; Ansiedade e estresse; Cochilos ao longo do dia; Depressão; Desconforto físico ou mental; Doenças físicas; Dormir muito cedo; Fumar bastante; Uso de remédios específicos.

Sintomas O principal sintoma dos problemas de sono é a dificuldade maior para dormir e descansar. Muitas pessoas têm insônia, por exemplo, e passam a noite acordadas. Outras conseguem dormir, mas não sentem disposição no dia seguinte, bem como cansaço, dores de cabeça e irritabilidade. A princípio, cada distúrbio do sono possui sintomas diferentes. Por isso que um clínico geral ou médico do sono devem investigar as queixas dos pacientes para compreender a causa do problema.

Tipos de Problemas De acordo com especialistas, existem mais de 100 distúrbios ou problemas de sono diagnosticados. Para entendê-los melhor, médicos agrupam Esses problemas em quatro categorias:

  • 1.Comportamentos estranhos durante o sono
  • 2.Dificuldade para dormir ou continuar dormindo
  • 3.Problemas para continuar acordado
  • 4.Problemas para manter um padrão saudável de sono

Problemas Mais Conhecidos Confira a seguir os problemas de sono mais enfrentados pela maioria das pessoas:

Apneia Obstrutiva do Sono Embora seja um problema de sono comum, a apneia obstrutiva do sono é grave. Tudo porque as vias aéreas de uma pessoa ficam bloqueadas durante o sono e impedem a respiração. Desse modo, uma pessoa pode roncar alto ou sofrer com asfixia. Pessoas com esse tipo de apneia podem acordar quando o cérebro e corpo estão sem oxigênio. E nos casos mais graves esse problema pode acontecer diversas vezes durante uma única noite.

Insônia Com a insônia uma pessoa sente mais dificuldades para dormir ou continuar dormindo. Uma pessoa pode ter insônia de curto prazo ou crônica. A insônia de curto prazo acontece por causa de um momento de estresse na vida. Por exemplo, quando uma pessoa tem problemas na relação ou perde uma pessoa querida. Ademais, pessoas que trabalham em turnos não conseguem relaxar como deveriam. Logo, elas têm mais dificuldades para pegar no sono. Pessoas com insônia crônica não sentem que o sono renovou a energia delas. Dessa forma, elas sempre ficam cansadas ao longo do dia e experimentam noites em claro ou sono alternado. Esse problema acontece por, no mínimo, um mês.

Tratamentos Um clínico geral ou médico especializado em problemas de sono indicará o tratamento adequado. O paciente pode otimizar o tempo do diagnóstico e facilitar a consulta levando:

  • – Histórico médico que demonstre outras condições de saúde e uso de suplementos ou medicamentos que ele toma.
  • – Todos os sintomas que possui e quando cada sinal começou.
  • – Um acompanhante para auxiliar na consulta, conforme o necessário.

Avaliação Médica O médico fará uma avaliação profunda de cada caso para determinar a origem do problema. Ele receitará alguns medicamentos, como Olcadil, Cinarizina, Ritalina e Cloxazolam durante o tratamento para problemas de sono. O paciente precisa respeitar a orientação dada pelo médico em relação aos remédios. Por exemplo, ele deve usar a dosagem correta pelo tempo do tratamento indicado. Tudo porque a automedicação pode piorar o distúrbio de sono e os sintomas que o paciente sente. O tratamento para problemas de sono garante uma melhora significativa no descanso normal. É normal haver perturbações no sono, mas a frequência e duração delas indica se você dorme bem ou não.

Por isso, fazer visitas regulares ao médico ajudará a prevenir ou tratar esses distúrbios. Além disso, o tratamento para problemas de sono considera também o autocuidado de cada pessoa. Evitar eletrônicos, cafeína e vícios durante a noite sempre ajudará uma pessoa a dormir melhor.

Importante Somente médicos e especialistas devidamente habilitados podem diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. As informações disponíveis nesta página possuem apenas caráter educativo.